Páginas

Pesquisar este blog

Sejam Bem Vindos!

Este espaço também é seu.

segunda-feira, 19 de abril de 2010

Currículo Escolar

A palavra Curriculum, de origem latina significa o curso, a rota, o caminho da vida ou das atividades de uma pessoa ou grupo de pessoas. O currículo educacional representa a síntese dos conhecimentos e valores que caracterizam um processo social expresso pelo trabalho pedagógico desenvolvido nas escolas.
No século XVIII o currículo era visto como um simples conjunto de experiências a serem vividas pelo estudante sob a orientação da escola, ou seja, totalidade das experiências vivenciadas, como o próprio ambiente em ação ( idéia de plano).
Na medida em que as relações socias se modificam e os estudos sobre currículo se intensificam, este passa a ser visto como um campo complexo e multifacetado, parte de um processo histórico que por meio do social se estrutura.
A questão central da discussão atualmente perpassa o processo de organização e seleção dos conteúdos trabalhados nas escolas. Neste sentido, ao se discutir as escolhas feitas pelos professores, está-se discutindo não só as opções, mas as concepções acerca de uma determinada sociedade e de como se percebe seu desenvolvimento. Segundo Moreira ( 1997 ) “É preciso orientar o trabalho pedagógico com base em uma visão de futuro que afronte o real, pois as realidades sociais, sendo historicamente construídas pelos indivíduos, podem ser transformadas.”
Estudos apontam que por meio do currículo oculto são transmitidas ideologias, concepções de mundo pertencentes a determinados grupos hegemônicos na sociedade e que serve para reproduzir as desigualdades sociais. Para Moreira ( 1997 ) Currículo Oculto aponta para o fato de que o “ aprendizado incidental ” durante um curso pode contribuir mais para a socialização do estudante que o conteúdo ensinado nesse curso.
Sendo assim, é preciso que se discuta o conceito de identidade procurando comprender o currículo como documento de identidade no espaço escolar, que marcam as relações entre conhecimento, cultura e poder na educação.
“Que vozes e culturas tem sido silenciadas na escola? Como revaloriza – las? Como promover o confronto e o diálogo de subjetividades? Como tornar a escola um espaço público de discussão democrática? Como tornar a escola um espaço de reivenção do futuro?
Moreira, A .F.

In: Currículo: Questões Atuais/ Antônio Flavio Barbosa Moreira (org.) - Campinas, SP: Papirus, 1997. - ( Coleção Magistério: Formação e Trabalho Pedagógico) –Currículo, Utopia e Pós- Modernidade, págs 1 a 28.

Nenhum comentário:

Postar um comentário